Taxa de ocupação de hotéis para carnaval em SP é cinco vezes maior do que há dez anos

Blocos de rua puxaram crescimento. Nos hotéis mais econômicos localizados na rota de blocos de rua, a ocupação chegou a 85% dos quartos no último final semana.

Por Victor Bonini, SP2 — São Paulo

26/02/2019 19h50  Atualizado há um dia

 A três dias do carnaval, taxa de ocupação dos hotéis é cinco vezes maior do que há dez anos. Em hotéis 4 estrelas a ocupação chega a 50%, contra 10% há dez anos.

Os blocos de rua são os responsáveis pelo crescimento, de acordo com Bruno Omori, presidente da Associação Brasileira de Hotéis de São Paulo.

“Conforme vai passando o tempo, os blocos vão ficando mais conhecidos, sendo divulgado na mídia, a pessoa passa a ter a demanda, a vontade de vir para São Paulo passar o carnaval também”.

Nos hotéis mais econômicos localizados na rota de blocos de rua, a ocupação chegou a 85% dos quartos no último final semana, um aumento que reflete a mudança do perfil do turista de carnaval em São Paulo.

Há alguns anos, a maioria dos hóspedes vinha para assistir aos desfiles no Sambódromo do Anhembi e ficava em hotéis com diárias mais caras. Atualmente, a maioria são de jovens que vêm curtir os blocos de rua, de acordo com a gerente de hotel Bruna Belic.

“A gente tem muita gente jovem, a gente considera que são os millennials, né? Vem passear, vem brincar nos blocos, vem assistir o carnaval. Então, são pessoas que vem de fora preferem pagar menos pra aproveitar a cidade.”

Para o hoteleiro Fabrízio Guzzoni, o carnaval é um cartão de visitas para o turista.

“O interessante é que ele acaba conhecendo uma São Paulo que ele talvez não conheça por causa do carnaval, venha a se apaixonar e volte outras vezes, em outras ocasiões, né?”

 

Clique e assista a matéria 

Publicações relacionadas

Guia do Viajante Responsável

A VIAGEM SEGURA DEPENDE DE TODOS NÓS Hotéis, companhias aéreas, agentes de viagem, operadores, parques e atrações turísticas, prestadores de serviços e a cadeia do

Veja +