Hotéis e bares lucram com Copa do Mundo em São Paulo
18Jul

Hotéis e bares lucram com Copa do Mundo em São Paulo

Cidade recebeu mais de 540 mil turistas durante o evento

 

Apesar do vexame da seleção brasileira em campo, a Copa do Mundo trouxe saldo positivo para o setor de serviços. 

O setor de hotéis em São Paulo, por exemplo, comemora a taxa de ocupação de cerca de 60% dos leitos, apesar da ausência da demanda corporativa. 

"Durante a Copa houve uma paralisação dos eventos corporativos, porém o setor comemorou uma demanda nova, correspondendo às nossas expectativas. Com esse saldo, podemos projetar para este ano um crescimento de 3%", explica o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado de São Paulo (ABIH-SP), Bruno Omori. 

Segundo dados apresentados pela São Paulo Turismo (SPTuris), a cidade de São Paulo recebeu mais de 540 mil turistas, sendo 220 mil estrangeiros, número quase 40% maior que a estimativa inicial de 390 mil turistas. 

Deste total, cerca de 65% eram brasileiros e 34,94% estrangeiros. Os principais estados emissores foram São Paulo (interior), Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e Paraná. Já dentre os países emissores estão Argentina (38%), Chile (9,52%), Colômbia (7,70%) e Estados Unidos (5,05%). 

Apesar dos jogos se concentrarem na capital paulista, a Copa trouxe frutos positivos para diversas cidades que receberam as 15 delegações que escolhem o estado de São Paulo para se concentrarem. Segundo Omori, o fato elevou a tempo de exposição destas localidades na mídia internacional.

Por outro lado, em cidades tradicionalmente turísticas onde não haviam seleções concentradas ou eventos relacionados ao evento foi constatada uma forte queda no fluxo de visitantes. Como exemplo, o presidente da ABIH cita Campos do Jordão, onde o tradicional Festival de Inverno registrou menos público do que em edições anteriores. 

A exposição do estado trouxe bons frutos também para a indústria hoteleira. Segundo ele, cerca de 24 empresas patrocinadoras de seleções procuraram a associação de olho em oportunidades de negócios e investimentos em novos empreendimentos. 

O evento elevou também o percentual de reformas dos empreendimentos, que investiram em inovações para atender os turistas nacionais e estrangeiros. No entanto, apesar da forte demanda o setor não registrou a contratação de novos funcionários, porém investiu em qualificação profissional. Cerca de 5 mil empregados do setor receberam algum tipo de qualificação. 

Bares

Outro setor que só teve alegrias com a Copa foi o segmento de bares, que viu seu lucro aumentar em cerca de 30% durante a Copa do Mundo, conforme aponta o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Percival Maricato. 

Já para os restaurantes, o evento trouxe queda de cerca de 15% nas vendas, em função do horário das partidas - sempre no período do almoço ou do jantar. 

Gastos

Segundo a SPTuris, durante os dias 11 de junho a 13 de julho, os turistas brasileiros deixaram na cidade de São R$ 2,2 mil, enquanto os estrangeiros R$ 4,9 mil, estimativa de um gasto médio de R$ 1,8 mil. Os visitantes nacionais ficaram em média 4,4 dias. Já os estrangeiros permaneceram 8,3 dias. 

Entre os atrativos mais visitados estão a Avenida Paulista (17,87%), Arena Corinthians (16,02%), Rua 25 de março (11,45%), Mercado Municipal (11,07%) e Vila Madalena (10,285). 

Os diferenciais apontados pelos turistas foram a gastronomia (26,4%) e vida noturna (21,6%). 

Transporte

Segundo dados da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), durante a Copa foram transportados 171 mil passageiros nos trens da CPTM, 174,2 mil nos trens da Companhia do Metropolitano (Metrô), 345,2 mil nos trens do Metrô e da CPTM e 5903 dos ônibus da Empresa Municipal de Transporte Urbano (EMTU). 

O maior fluxo de passageiros foi registrado no dia 9 de julho, quando foi realizado o jogo entre Argentina e Holanda. Foram transportados 32,4 mil passageiros pela CPTM, 30,96 mil pelo Metrô, 63,3 mil pela CPTM e Metrô e 5903 pelos ônibus da EMTU.

FONTE: http://www.ultimoinstante.com.br/pt/noticias_20140717/setores_servicos/881122/Hot%C3%A9is-e-bares-lucram-com-Copa-do-Mundo-em-S%C3%A3o-Paulo.htm#axzz37pzSZsjs

 

 


Deixe seu comentário

Consulte nossa parceira da ABIH/SP

 

Associados

Selecione a cidade

Ou escolha por ordem alfabética

  • ABIH
  • UBRAFE
  • RENT MY BRAIN
  • São Paulo é tudo de bom
  • Turismo Paulista
  • IDTCEMA
  • MW Way
  • Compre o Certificado Digital com desconto