Equipotel 2015 lança espaço de Acessibilidade Universal
17Jun

Equipotel 2015 lança espaço de Acessibilidade Universal

EQUIPOTEL 2015 LANÇA ESPAÇO DE ACESSIBILIDADE UNIVERSAL EM SÃO PAULO

Foi lançado na tarde desta terça-feira (16), na sede da Reed Exhibitions Alcantara Machado, na capital paulista, o Espaço de Acessibilidade Universal que será implantado na Equipotel 2015, feira que acontecerá de 14 a 17 de setembro na cidade. A novidade foi desenvolvida em conjunto com o IDT-CEMA – Instituto de Desenvolvimento do Turismo, Cultura, Esporte e Meio Ambiente e a Design Universal Arquitetura & Consultoria, com o apoio da ABIH/SP – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado de São Paulo.

No lançamento, estiveram presentes à mesa de apresentação Marco Antônio Pelegrini, representando a SPD-SP – Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência; Roberto Silva Santos, representando a ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas; Bruno Omori, Presidente da ABIH/SP; Edison Passafaro, Diretor do IDT-Cema – Instituto de Desenvolvimento, Turismo, Cultura, Esporte e Meio Ambiente; Rodrigo Rosso, Presidente da ABRIDEF – Associação Brasileira das Indústrias e Revendedoras de Produtos e Serviços para Pessoas com Deficiência; José Armênio, da IAB – Instituto de Arquitetos do Brasil e Luciane Leite, da SPTuris, além dos anfitriões do encontro, Paulo Otávio, Vice-Presidente da Reed Exhibitions Alcantara Machado e Luciele Marques, Gerente da Equipotel, que conduziu as apresentações.

O espaço que será construído nas dependências do Pavilhão de Exposições do Anhembi para a feira possui 250 m², ocupados com estações de gastronomia e lazer concebidos através do conceito internacional de Desenho Universal, e adoção de normas técnicas de acessibilidades estabelecidas pela ABNT. O projeto fica a cargo da Design Universal Arquitetura & Consultoria. Nesse espaço também serão promovidas palestras, atividades sobre acessibilidade e desenho universal na hotelaria, gastronomia, lazer e nos transportes acessíveis.

Com o espaço, a Reed Exhibitions visa posicionar a Equipotel em um lugar de destaque, segundo o Vice-Presidente Paulo Otávio. “Há diversos players no mercado de hospitalidade além de hotel, como hospitais, faculdades, restaurantes entre outros. A acessibilidade é uma porta fundamental para cadeia específica de negócios e o espaço gerará relacionamentos de uma forma lúdica”, apontou.

De acordo com Bruno Omori, o espaço promove a integração do poder público com este nicho, tão importante e ainda pouco atendido pelo setor privado. “O programa de acessibilidade mostrará ao mercado uma boa oportunidade de negócios, em todos os segmentos de hospitalidade. Certamente, na hotelaria, a taxa de ocupação tende a aumentar. Acessibilidade não é atender a legislações, mas atender um mercado que precisa de investimento. Vamos mostrar ao empresário qual a forma correta de investir e como garantir rentabilidade a partir disto”, afirma o presidente da ABIH em São Paulo.

Representando a ABNT, Roberto Silva Santos declarou que este espaço dará visibilidade ao desenho universal de acessibilidade, fazendo os empresários de fato entenderem-no e adequarem-se à ele. “A norma visa ajudar, e dará oportunidade para o investidor ter informações e certificar-se”, completa. No encontro, também foi lançado selo de acessibilidade e inclusão social criado pela ABIH – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis e a ABNT, que será colocado nos hotéis que investirem em acessibilidade em suas dependências.

Edison Passafaro, do IDT-CEMA, é um dos curadores do projeto junto à Silvana Cambiaghi. Para ele, “é preciso quebrar o estigma de que acessibilidade é algo caro e só atenderá um pequeno número de pessoas. Existe um preconceito geral da sociedade, mas o quadro já mudou em relação a alguns anos atrás. Hoje, a acessibilidade incorpora outros segmentos, como gestantes, obesos e idosos, e é importante ressaltar que a parceria destas entidades geram inclusão social, geram negócios e uma sociedade mais justa”, afirma o Diretor, que citou a cidade de Socorro (SP) como um grande case de sucesso no quesito acessibilidade com o Parque dos Sonhos.

O Presidente da ABRIDEF – Rodrigo Rosso reforçou o discurso de que é preciso tratar a pessoa com deficiência como um consumidor comum. Segundo  ele, 46 milhões de pessoas no País são deficientes físicos, representando 23,9% da população. No comércio, o faturamento com produtos voltados para este públicos, como bengalas, cadeiras adaptadas, barras e corrimões, entre outros é de R$ 5,5 bilhões por ano. Do total de pessoas com deficiência , 42% delas são da classe B, com alto poder de decisão. “O universo mudou, antes as pessoas não queriam envolver deficientes no negócio. Com o espaço, mostraremos que é um ambiente que será utilizado com frequência sob o desenho universal”, conta.

O objetivo é permitir o acesso aos ambientes, produtos e serviços para todas as pessoas, independentemente de características físicas e sensoriais. “Queremos mostrar aos empresários e profissionais do setor de hotelaria, gastronomia e turismo em geral que é possível aliar design e acessibilidade. Não é necessário alto investimento para garantir respeito à diversidade humana”, explica Luciele Marques, gerente da Equipotel.

Novidades para 2015

Além do projeto de acessibilidade, a Reed Exhibitions apresentou o que levará de novo à 53ª edição da feira. A organizadora promoverá a capacitação de estudantes de cursos de hospitalidade da Universidade Anhembi Morumbi com o projeto Compradores do Futuro, onde eles atuarão como verdadeiros profissionais e poderão ser certificados por isso. Também será realizada a Vitrine de Lançamentos, onde serão expostos os melhores e mais relevantes lançamentos do ano para o mercado.


FONTE DA NOTÍCIA: AQUI


Deixe seu comentário

AGOSTO INCRÍVEL NA FRANCO & BACHOT

Associados

Selecione a cidade

Ou escolha por ordem alfabética

  • Compre o Certificado Digital com desconto
  • ABIH
  • MW Way
  • UBRAFE
  • Turismo Paulista
  • São Paulo é tudo de bom
  • IDTCEMA
  • RENT MY BRAIN