Equipotel 2016 promoveu evento para debater legalização dos cassinos nos hotéis

Logo após a abertura da Equipotel 2016, no São Paulo Expo, o espaço deu lugar ao 5º SEHGA –

Sinergia Estratégica entre Hotelaria Governo e Academia. O evento reuniu diversas autoridades e

representantes da hotelaria para debater temas importantes do setor. “Os cassinos são um

atrativo para o desenvolvimento do turismo e lazer e a ideia de implantálos

dentro dos resorts é garantia de retorno”, analisou Luigi Rotunno, Presidente da ABR – Associação Brasileira de Resorts.

Para Bruno Omori, Presidente da ABIHSP– Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de São

Paulo, os exemplos simbólicos de como os cassinos podem alavancar o setor é o caso do hotel

MGM, em Las Vegas. “Com 6.200 quartos, apenas 12% do faturamento da casa está ligado à

hospedagem. Jogos e eventos que funcionam junto ao hotel representam toda a receita restante”.

Entre todos os países do G20, somente o Brasil, Indonésia e Arábia Saudita não permitem jogos.

Entre outras questões em pauta, esteve a reivindicação do setor para liberação de pagamento ao

Ecad – Escritório Central de Arrecadação e Distribuição, referente aos apartamentos de hotéis.

Para o setor, a cobrança de direitos autorais por músicas executadas em áreas comuns dos

empreendimentos, como o lobby, deve continuar, mas deve seisentar o equivalente dos quartos

oferecidos aos hóspedes.

Clique e leia a noticia

Publicações relacionadas

Guia do Viajante Responsável

A VIAGEM SEGURA DEPENDE DE TODOS NÓS Hotéis, companhias aéreas, agentes de viagem, operadores, parques e atrações turísticas, prestadores de serviços e a cadeia do

Veja +